Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

auroramadaleno

auroramadaleno

13
Out12

Basílica da Santíssima Trindade

Aurora Madaleno

BASÍLICA DA SANTÍSSIMA TRINDADE

 

A Igreja da Santíssima Trindade, erguida dentro dos limites do Santuário de Nossa Senhora do Rosário de Fátima, foi destinada ao culto mediante dedicação com rito solene, em 12 de Outubro de 2007. A partir do dia 13 de Novembro de 2012, é adornada com o título e a dignidade de Basílica Menor, segundo o decreto da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, cuja tradução reproduzimos:

 

"Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos

Prot. N. 205/11/L LEIRIA-FÁTIMA

A pedido do Excelentíssimo e Reverendíssimo Dom António Marto, Bispo de Leiria-Fátima, que, em carta de 26 de Fevereiro de 2011, expõe as preces e os votos tanto do clero como dos fiéis, a Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, em virtude das especiais faculdades que lhe foram atribuídas pelo Sumo Pontífice Bento XVI, de muito bom grado adorna a igreja erguida em honra da Santíssima Trindade dentro dos limites do Santuário de Nossa Senhora, na cidade de Fátima, da mesma diocese, na qual numerosíssimos fiéis, invocando o auxílio da Imaculada Virgem Mãe de Deus, para que, perseverando na oração pela salvação do mundo, possam promover de forma mais eficaz o reino de Cristo, veneram o admirável mistério de um só Deus na Trindade da substância, com o título e a dignidade de BASÍLICA MENOR, a partir do dia 13 de Novembro de 2012; devem, no entanto, respeitar-se as normas estabelecidas pelo decreto «De titulo Basilicae Minoris», promulgado a 9 de Novembro de 1989.

Nada obsta em contrário.

Dado na sede da Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, a 19 de Junho de 2012

António Card. Caňizares Llovera, Prefeito

José Agostinho DI NOIA, O.P., Arcebispo secretário".

 

Aurora Madaleno

(In: VilAdentro, Ano XIV - N.º 165, Outubro 2012, p. 12;

Jornal da Beira, Ano 92, N.º 2012, 15 Outubro 2012, p.12)

13
Nov11

A Basílica da Sagrada Família, em Barcelona

Aurora Madaleno

A Basílica da Sagrada Família, em Barcelona

 

O Papa Bento XVI foi a Barcelona presidir às solenes cerimónias de sagração da Igreja da Sagrada Família, obra prima do arquitecto António Gaudi. O estilo original deste edifício é permitido pela Igreja Católica que possibilita o aparecimento de formas originais que se adaptem às diversas culturas e tempos, desde que congruentes com a liturgia e a arte sacra que recolhem a tradição cristã. A Igreja apenas rejeita aquelas obras de arte que repugnem à fé, à moral ou à piedade cristãs, que ofendam o verdadeiro sentido religioso ou que sejam pouco artísticas, medíocres, rebuscadas ou falhas de autenticidade.

As cerimónias realizaram-se no dia 7 de Novembro de 2010, com a presença dos Reis de Espanha e de milhares de fiéis que encheram a agora denominada basílica e ocupavam os espaços e acessos exteriores. O nome de basílica foi-lhe dado pela Bula papal. Foram cumpridas as disposições canónicas e todas as cerimónias seguiram em rito solene as leis litúrgicas. Lembremos, a propósito, que da renovação litúrgica realizada pelo Concílio Vaticano II derivam princípios como a digna celebração das cerimónias e a activa participação dos fiéis.

Ora, segundo o Código de Direito Canónico, dá-se o nome de igreja ao edifício sagrado destinado ao culto divino, ao qual os fiéis têm direito de acesso para exercerem, sobretudo publicamente, o culto divino. Concluída a construção de uma nova igreja, deve ser dedicada ou benzida com o rito solene, principalmente as catedrais e paroquiais. Cada igreja deve ter o seu título, o qual, depois de realizada a dedicação, não se pode alterar. É devido todo o cuidado na conservação ordinária de uma igreja, empregando-se os meios oportunos para a segurança dos bens sagrados e preciosos.

Durante o tempo das celebrações sagradas, é livre e gratuita a entrada na igreja.

 

Aurora Madaleno

(In: VilAdentro, Dezembro 2010, p. 12)

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D