Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

auroramadaleno

auroramadaleno

14
Fev13

Pontifício Colégio Português

Aurora Madaleno

Pontifício Colégio Português - uma presença portuguesa em Roma

 

 

O Pontifício Colégio Português foi fundado em 6 de Maio de 1898, conforme a Acta da sua fundação lavrada no Hôtel de Rome, na Via del Corso em Roma. Entre a comissão de fundadores destaca-se D. António José de Sousa Barroso, Bispo do Porto. A erecção canónica foi concedida pelo Papa Leão xiii, a 20 de Outubro de 1900, pela carta Rei Catholicae apud lusitanos.

É uma instituição para residência dos sacerdotes do clero secular, ido de Portugal e de outros países, designadamente dos antigos territórios ultramarinos administrados por Portugal, enviados pelos seus Bispos para completar e aprofundar os seus estudos eclesiásticos e realizarem especializações a fim de obterem os correspondentes graus académicos. Frequentam as aulas nas diversas Faculdades eclesiásticas existentes na Cidade Eterna, consoante o curso escolhido. No Colégio, os sacerdotes vivem em comunidade, tendo a oportunidade de consolidar uma mentalidade universal e católica, no contacto mais directo com as instituições da Igreja em Roma, em particular as da Santa Sé. Os sacerdotes, pertencentes a Institutos religiosos, residem nas respectivas casas.

Logo de início, no primeiro ano, o Pontifício Colégio Português funcionou em Santo António dos Portugueses. No ano seguinte, funcionou na Villa Borghese. De 1900 a 1974, funcionou no Palácio Alberini, na Via Banco Santo Spirito. A partir de 1975, tem a sua sede em Via Nicolò v, 3, 00165 Roma. Também a partir de 1975 passaram a prestar serviço no Colégio as Irmãs Franciscanas de Nossa Senhora das Vitórias.

O Pontifício Colégio Português é propriedade da Conferência Episcopal Portuguesa e depende também juridicamente da Santa Sé. É mantido pela Conferência Episcopal Portuguesa. O seu Reitor é nomeado pela Congregação para a Educação Católica mediante proposta dos Bispos de Portugal. O Vice-Reitor e os outros responsáveis do Colégio são nomeados pela Conferência Episcopal Portuguesa com conhecimento da Sé Apostólica.

Alguns Bispos, ainda vivos, foram seus Reitores: D. Teodoro de Faria, Bispo emérito do Funchal, D. Amândio Tomás, Bispo de Vila Real, D. José Manuel Garcia Cordeiro, Bispo de Bragança-Miranda, D. Nuno Brás da Silva Martins, Bispo auxiliar de Lisboa. O primeiro Cardeal de África, D. Teodósio Clemente de Gouveia, madeirense, de saudosa memória, foi também seu Reitor.

Não há dúvida que o Pontifício Colégio Português, ao longo da sua vida já centenária, desempenhou e desempenha uma missão importante ao serviço da Igreja, qualificando a formação de sacerdotes, os quais beneficiaram o Povo de Deus, nos ofícios que assumiram, e muitos deles depois no episcopado.

O actual Reitor é o Padre José Fernando Caldas Esteves, da Diocese de Viana do Castelo, e o Vice-Reitor é o Padre Paulo José Sequeira Figueiró, da Diocese da Guarda.

 

Aurora Madaleno

(In: VilAdentro, Ano XV, N.º 173, Junho 2013, p. 12)

Mais sobre mim

Sigam-me

Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

Pesquisar

Arquivo

    1. 2019
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2018
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2017
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2016
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2015
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2014
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2013
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2012
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D
    1. 2011
    2. J
    3. F
    4. M
    5. A
    6. M
    7. J
    8. J
    9. A
    10. S
    11. O
    12. N
    13. D