Quinta-feira, 26 de Setembro de 2013

Autarquias Locais

AUTARQUIAS LOCAIS

 

Portugal é um Estado de direito democrático, baseado na soberania popular, no pluralismo de expressão e organização política democráticas. Abrange o território historicamente definido no continente europeu, a que chamamos Continente, e os arquipélagos dos Açores e da Madeira, que são as Regiões Autónomas dos Açores e da Madeira.

A organização democrática do Estado compreende a existência de pessoas colectivas territoriais dotadas de órgãos representativos, que visam a prossecução de interesses próprios das respectivas populações. São as autarquias locais, ou seja, as freguesias e os municípios.

Os órgãos representativos da freguesia são a assembleia de freguesia e a junta de freguesia, sendo a assembleia de freguesia o órgão deliberativo da freguesia e a junta de freguesia o órgão executivo colegial da freguesia.

Os órgãos representativos do município são a assembleia municipal e a câmara municipal, sendo a assembleia municipal o órgão deliberativo do município e a câmara municipal o órgão executivo colegial do município.

As autarquias locais têm património e finanças próprios. Os municípios dispõem de receitas tributárias próprias e participam, por direito próprio, nas receitas provenientes dos impostos directos, nos termos definidos pela lei.

As freguesias podem constituir associações para administração de interesses comuns. Também os municípios podem constituir associações e federações para a administração de interesses comuns.

A fim de intensificar a participação das populações na vida administrativa local, podem ser constituídas organizações de moradores residentes em área inferior à da respectiva freguesia.

 

Aurora Madaleno

(In: VilAdentro, Ano xv, N.º 176, Setembro 2013, p. 12;

 Jornal da Beira, Ano 93, N.º 4809, 26 Setembro 2013, p.13)

publicado por Aurora Madaleno às 20:15
link do post | comentar | favorito
|

.mais sobre mim

.pesquisar

 

.Setembro 2017

Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
13
14
15
16

17
18
19
21
22
23

24
25
26
27
28
29
30


.posts recentes

. Águas particulares

. Leis eclesiásticas

. União de facto

. O vínculo da adopção

. Dos animais

. A usucapião

. Universidade de Lisboa pa...

. Português por naturalizaç...

. cabeça-de-casal

. classificação de imóveis ...

.arquivos

. Setembro 2017

. Agosto 2017

. Julho 2017

. Junho 2017

. Maio 2017

. Abril 2017

. Março 2017

. Fevereiro 2017

. Janeiro 2017

. Dezembro 2016

. Novembro 2016

. Outubro 2016

. Setembro 2016

. Agosto 2016

. Julho 2016

. Junho 2016

. Maio 2016

. Abril 2016

. Março 2016

. Fevereiro 2016

. Janeiro 2016

. Dezembro 2015

. Novembro 2015

. Outubro 2015

. Setembro 2015

. Junho 2015

. Março 2015

. Fevereiro 2015

. Janeiro 2015

. Dezembro 2014

. Novembro 2014

. Outubro 2014

. Setembro 2014

. Agosto 2014

. Julho 2014

. Junho 2014

. Maio 2014

. Abril 2014

. Março 2014

. Fevereiro 2014

. Janeiro 2014

. Dezembro 2013

. Novembro 2013

. Outubro 2013

. Setembro 2013

. Julho 2013

. Junho 2013

. Maio 2013

. Março 2013

. Fevereiro 2013

. Janeiro 2013

. Novembro 2012

. Outubro 2012

. Setembro 2012

. Agosto 2012

. Julho 2012

. Junho 2012

. Abril 2012

. Março 2012

. Fevereiro 2012

. Novembro 2011

. Outubro 2011

. Setembro 2011

. Agosto 2011

. Julho 2011

. Junho 2011

.tags

. todas as tags

blogs SAPO

.subscrever feeds